Nova opção de transporte interestadual para Corumbá

Corumbá conseguiu uma nova alternativa para melhorar as opções de transportes e as conexões com Mato Grosso do Sul, o Brasil e o mundo, através da ação de uma nova empresa de transporte rodoviário. A situação é considerada como uma vitória para a cidade, depois de um longo período de grande irregularidade nessas ligações, tendo sido necessária a intervenção política do vereador Chicão Vianna.

O caso, relatado pelo MS Notícias, precisou de chegar nos tribunais. O Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul acabou deliberando, em uma decisão do passado mês de março, não existir razão para uma situação de monopólio no fornecimento de serviço de transporte rodoviário no município. O mercado se considera assim aberto à concorrência e os corumbaenses poderão escolher a opção que preferirem.

Transbrasil

A rota de transporte de passageiros entre Corumbá e a capital estadual, Campo Grande, é feita a partir de agora por duas empresas. A Transbrasil vai acrescentar uma rota diária entre Corumbá e São Paulo, em uma distância de 1400 km, em ônibus climatizados e modernos. Até agora, como falava um cidadão ao MS Notícias, era preciso fazer duas ‘escalas’ nessa viagem, em Campo Grande e Três Lagoas.

A distância e o isolamento

Esse é mais um episódio da luta de Corumbá para estar mais próxima do resto do Mato Grosso do Sul e do próprio Brasil. As dificuldades de transporte são apenas uma das várias faces desse problema. Uma outra é a diferença no esporte, que foi evocada pelo portal Lance em um artigo no início dessa década, em 2011. Um grupo de meninos de dez cidades de Mato Grosso do Sul formou uma equipe de jogadores, que foi chamada precisamente de Pantanal, para participar na Copa São Paulo, a mais importante competição de escolinhas do Brasil. Situação incomum, pois geralmente são clubes que participam. O time se classificou no 3.º lugar de seu grupo, sendo eliminado.

ADD YOUR COMMENT

Your email address will not be published. Required fields are marked *