Está planejando uma viagem a Corumbá, a capital do Pantanal? Confira cinco sugestões obrigatórias para umas férias inesquecíveis!

Passeio de barco

O Pantanal é água e toda a vida que ela traz. Ao visitar Corumbá não perca essa ligação essencial da cidade e do Homem com a Natureza, através da água. Pode pegar um barco com mais luxo ou, em alternativa, um daqueles barcos típicos que parecem frágeis mas são manobrados por pantaneiros experientes, que conhecem cada detalhe do caminho como a palma de sua própria mão.

Bancar o pantaneiro

Corumbá permite passear na água mas também passear em terra. O pantaneiro cruza a planície montando seu cavalo. Se não sabe andar a cavalo, o passeio é para você, pois isso não inclui cavalgada: o cavalo irá a ritmo de passo, pela rédea, e será seu primeiro amigo! Sinta essa emoção de cruzar o terreno formando um só com o animal.

O museu

A Estação Natureza Pantanal é um museu na linha dos melhores museus da atualidade. Funcionando em um edifício histórico junto ao rio, o museu inclui diversos elementos para o visitante experimentar e jogar por si mesmo, para compreender de uma forma ativa os fenômenos que a natureza opera no Pantanal. Suba no terceiro andar para pegar a paisagem.

Passeio de noite

De noite, o Pantanal ganha outra vida! A onça-pintada, o javali e o lobo são alguns dos animais que saem para tratar de sua vida, e os visitantes, em terra ou na água, sentem a emoção percorrendo sua pele quando ouvem seus ruídos. Mas o objetivo é ver os animais mesmo. Uma opção para quem gosta de aventura!

Safári

A Estrada Parque, que liga Corumbá a Miranda, é habitualmente o ponto preferido para os turistas apontarem as objetivas de suas câmeras fotográficas e fazerem imagens únicas, com o jacaré, o tamanduá e outros animais nativos da região.